A atriz Danai Gurira, que vive Michonne na série The Walking Dead, irá interpretar a mãe de Tupac Shakur no cinema. Ela se junta ao elenco de ‘All Eyez on Me’, e dará vida ao papel de Afeni Shakur (68 anos) na cinebiografia do falecido rapper americano.

Outros papéis também foram revelados, Dominic L. Santana viverá o empresário Suge Knight, e Kat Graham será Jada Pinkett Smith, colega e melhor amiga de Tupac.

No filme que já está sendo gravado, 2 Pac será interpretado por Demetrius Shipp, Jr. e Notorious BIG por Jamal Woolard. A direção é de Benny Boom.‘All Eyez on Me’ tem previsão de estréia para o final do ano!

“7 Dayz” será um filme narrativo (diferente de documentário, porem menos dramatizado que um longa metragem padrão) e contará em grandes detalhes os últimos 7 dias de Tupac na terra, sob a visão de Gobi M. Rahimi, produtor e diretor de muitos clipes clássicos de Shakur, que também foi grande amigo do rapper e esteve junto a Tupac nos seus últimos dias vivo.

“Ao longo dos últimos anos, eu estive trabalhando sozinho neste projeto; inicialmente seria um documentário.” contou Rahimi. “Agora há uma equipe de co-produtores, uma gravadora, uma empresa de relações públicas, e uma agência de mídia digital por trás deste projeto“.

Rahimi afirma que o longa terá muitas imagens inéditas de Tupac, que serão fundamentais para o aprofundamento e o real conhecimento dos fatos que levaram ao falecimento do mentor do Thug Life.

O produtor também revelou que várias marcas de renome tentaram comprar tais imagens, mas que sua grande admiração pelo rapper o impediu de financiar o clipe dessa forma.

“Fui testemunha dos dias finais de Tupac, eu devo isso (contar a real história em filme) a ele e ao mundo.” conta Rahimi. O produtor também lembrou que Pac o ensinou 3 verdades fundamentais: A lealdade, fidelidade a si mesmo e ao trabalho e a viver a vida no limite. “Ao longo dos últimos vinte anos foram esses princípios que me impedia de vender a minha filmagem para o maior lance e encontrar uma maneira honesta para trazer seu legado à vida.” finalizou.

O filme ainda está em produção, e justamente por não querer vende-lo, Rahimi está fazendo um financiamento coletivo (crowdfunding) para arrecadar o necessário para a continuidade da produção. No total, o projeto precisa de $300.000 algo perto de 1 milhão de reais.

(( Veja o processo de arrecadação e ajude aqui. )) 
Ele está de volta às manchetes por insultar um dos mais queridos artistas da indústria do rap, Tupac Shakur.

Em uma declaração polêmica que chocou toda indústria da música, Kanye West detonou Tupac Shakur, chamando-o de “rapper mais sobrevalorizado da história” durante conversa depois de uma exibição do mais novo filme de Jonathan Liebesman, Tartarugas Ninjas, no teatro de Hollywood em Hollywood, Califórnia.

O evento foi organizado pelas estrelas do filme, Megan Fox e Will Arnett e participantes incluíram uma série de músicos e estrelas de cinema.

O tema 2Pac surgiu em uma conversa quando uma pessoa não revelada mencionou a Kanye que seu mais novo álbum de estúdio, Yeezus, lembra muito do álbum de Shakur, Strictly 4 My NIGGAZ

Shakur é um dos principais artistas, o que tem mais discos vendidos de todos os tempos, com vendas de álbuns em mais de 75 milhões e contando, mas Kanye não está impressionado e não gostou da comparação.

“Como você vem comparar a minha música com a de 2Pac?”, Disse ele, “2Pac não era nenhum músico. Ele era um ator. O que fazia em Juice? Above the Rim? Ele foi o rapper mais sobrevalorizado da história e você vem aqui compará-lo a mim? Um verdadeiro rapper… uma verdadeira estrela.”

Kanye passou a explicar que Shakur tornou-se apenas famoso “porque ele foi baleado” e porque o fato de que ele tinha passado algum tempo na prisão apoiado a sua imagem de rua na década de 90, quando o gangsta rap atingiu o pico em popularidade.

“Gangsta rap não é mesmo a música real. Quer ouvir música de verdade ouvir The College Dropout, Late Registration, Graduation, 808s & Heartbreak … “

Não há necessidade de terminar a citação aqui como West passou a nomear cada um de seus álbuns.

Não é a primeira vez que Kanye tem derrubado outros artistas, dando a si mesmo um tapinha firme na parte de trás, mas insultar tão friamente o homem que Rolling Stone classificou na colocação 86 dos maiores artistas de todos os tempos, parece que Kanye finalmente ultrapassou seus limites.

Em notícia relacionada, West deixou suas tendências narcisistas transbordar em um show em Sydney, na Austrália, quando ele insistiu que só continuaria com o show se todos se levantassem.

“Eu decidi que eu não posso fazer essa música, eu não posso fazer o resto do show até todo mundo se levanta”, disse ele.
O problema é que duas pessoas com deficiência física acabaram sendo constragidas pelo rapper e ele só percebeu a gafe quando um delas levantou sua prótese e o público começou a gritar que tratavam-se de cadeirantes.

Kanye West ainda não emitiu um pedido de desculpas.

Sanyika Shakur era um ex membro de gangue em Los Angeles que foi preso e escreveu uma aclamada autobiografia entitulada monstro.: a autobiografia de uma membro gangster em LA, que foi publicado pela primeira vez em 1993. Ele foi preso diversas vezes desde então. ehhe Pois bem recentemente ele vazou uma conversa que teve com Tupac Shakur..

“Este foi dia 18 de Outubro de 1995, minha esposa tinha pressionado a tecla de gravação na secretária eletrônica e sem o conhecimento de qualquer um de nós, pegou um pouco da nossa conversa, então confira o quanto era positivo Tupac, isso é um clássico… “- Sanyika” Monster Kody “Shakur

Confere Aqui: Tupac Conversation

Será?

Segundo um investigador que vem tratando em desvendar este mistério informa que este é o cadillac ultilizado para praticar o crime. Confira o video:

Tudo será contado no filme Tupac:187 que um investigador que desvendou diversos casos famosos estará juntamente com o produtor do filme Tupac Assassination trazendo novas descobertas e com relatos de testemunhas que resolveram falar 18 anos após o ocorrido. Segue: shoptupac187

O rapper Daz juntamente com a participação do Soopafly fizeram uma homenagem a 2Pac com a Parte 2 da I Get Around.

Daz feat. Soopafly – I Get Around Part 2 (2Pac Tribute)

Vencedor do Grammy o rapper/produtor Wyclef Jean recentemente partilhou a sua reação a Young Money sobre Lil Wayne proclamando-se como a nova versão do Tupac Shakur durante um discurso sobre o Miami no mês passado no NBA All-Star Weekend.

“Mais uma vez, essa é sua opinião,” Clef disse quando perguntado sobre Wayne declarando-se o novo PAC. “No final do dia, que é a sua opinião. Ele pode sentir isso. Pessoalmente, eu tive a chance de estar em uma sala com 2Pac e ele é um personagem por si mesmo. [Eu vejo uma semelhança?] Não, não, não . vejo Lil Wayne em uma liga contra si mesmo. vejo 2Pac competindo contra si mesmo.

Assim, com 2Pac, que é a vibe que eu recebo. Tendo a oportunidade de estar no estúdio com Lil Wayne e em torno dele durante uma sessão de vídeo, eu acho que ele tem sua própria aura e sua própria energia.

Um membro de um fórum que participo realizou um sonho de visitar a fundação TASF. Ele disponibilizou a fotos, viaje também através das fotos logo abaixo:

Como você está honrando 2Pac no Arte, Beats + Letras?

Vamos fazer uma homenagem ou nós vamos tocar suas canções. Ele é uma grande parte do meu catálogo de produção. Se eu não faço certas canções de 2Pac, eu não estou fazendo o meu catálogo.

Como é que a sua morte afetou você?

Nós íamos fazer uma turnêr, eu seria o diretor musical. Eu queria mais isso do que entrar na indústria da música. Mas eu fiquei muito triste, porque eu perdi Pac. Eu ainda estou com os músicos que eu queria fazer a turnê. Estamos fazendo o máximo que pudermos sem ele. …Nós não pisamos nos vocais do 2Pac pois isso seria demais. Nós deixamos o público cantar junto, e ele recebe.

Algumas pessoas não sabem o quanto você estava envolvido com a carreira de 2Pac. Como você se sente sobre isso?

Se você sentar e perguntar ao público quem produziu Michael Jackson, eles diriam Quincy Jones, e é isso. É o mesmo com 2Pac. As pessoas realmente não sabem quem fez o que.

Amanda Seyfried esteve no programa theEllen Show para falar sobre sua carreira de atriz e outras baboseiras, mais na sessão de karaokê do programa a atriz impressionou seus colegas de elenco e o publico presente ao cantar um verso da clássica música California Love. Amanda Seyfried cantou o verso interpretado pelo Dr. Dre enquanto usava um mascara de sapo.

– Assista –